Cirurgia Plástica Periodontal e Peeling Gengival

São cirurgias que visam prevenir ou corrigir defeitos gengivais e de tecidos moles em regiões que apresentam algum tipo de comprometimento estético. Os defeitos que mais incomodam os pacientes são: retrações gengivais, pigmentações na gengiva, alterações de papilas interdentais, falhas em áreas de ausências dentárias, estética da gengiva ao redor dos implantes, e sorriso gengival, que é quando o sorriso mostra grande faixa de gengiva cobrindo dentes que parecem muito curtos.

A indicação principal se dá quando o defeito altera a harmonia do sorriso, resultando em um problema estético, como por exemplo, quando o sorriso mostra uma altura grande de gengiva, dando a aparência de dentes curtos, ou ao contrário, quando o paciente mostra a raiz do dente ao sorrir ou ao falar.

Outra indicação comum são raízes expostas que apresentam sensibilidade às variações de temperatura. Nestes dois últimos casos pode ser indicado o tratamento para recobrimento radicular. Quando, por outro lado, o que afeta a estética do sorriso são manchas marrons na gengiva, resultado da fabricação de melanina por algumas células gengivais, o tratamento indicado é o peeling gengival.

É um tipo de dermoabrasão dos tecidos pigmentados que remove as células que fabricam o pigmento marrom. Após sua remoção o tecido remanescente vai formar novo epitélio gengival, sem as manchas antiestéticas. Em sete dias já é possível perceber uma mudança significativa na estética do sorriso.

Como requisito obrigatório para as cirurgias plásticas periodontais, exige-se saúde bucal. Ou seja, doenças periodontais, cáries, problemas endodônticos, entre outros, devem ser tratados antes de qualquer cirurgia estética.

Ilumine seu sorriso, agende já sua avaliação periodontal!